Recuperação de anciã de 101 anos que contraiu Covid-19 comprova eficácia da vacina

postado em: Saúde 0

A dona Hermenegilda de 101 anos, vó Tilde, como é conhecida na comunidade de Bozano é daquelas pessoas que todos querem muito bem. Extrovertida e de bem com a vida, ela passou por maus bocados neste ano ao contrair o vírus da Covid-19 em Abril, mesmo estando vacinada com as duas doses do imunizante.

No entanto, se recuperou bem, apesar dos efeitos provocados pela doença, que no caso, não foram tão severos. Na casa onde residem 5 pessoas, apenas uma não contraiu o vírus conta a neta da vó Tilde, Sandra Regina de Souza que atua como técnica em enfermagem em hospital de Ijuí.

A vó Tilde que agora já recebeu a dose de reforço da vacina – teve todos os sintomas da doença provocada pela Covid-19, e a vacina teve importância preponderante em sua recuperação. É sabido que o fármaco não evita contrair a Covid-19, mas atua na redução dos seus efeitos na pessoa infectada e com isso, reduz os casos de internação e até óbitos.

A dona Hermenegilda está bem e seus familiares entendem que a vacina é importante para evitar o avanço da doença. A neta da vó Tilde – Sandra Regina, salientou que na instituição de saúde onde trabalha, os casos de internação diminuíram drasticamente a partir do avanço da vacinação. “Todo mundo tem que fazer a vacina”, lembra.

Em Bozano, conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde 4,5% da população vacinável ainda não recebeu nenhuma dose da vacina. A secretária Michele Sandri ressalta que isso ocorre por que essas pessoas não acreditam na eficácia do medicamento, mas salienta ser importante que os munícipes viessem ao setor de saúde para receber as doses.

“O caso da dona Hermenegilda é um exemplo de que a vacina funciona. Graças ao medicamento e ao tratamento adequado, os efeitos na vó Tilde de 101 anos não foram severos e com os cuidados recomendados ela pode se recuperar e comprovar o que estamos afirmando a meses”, disse Michele Sandri ao reafrimar a importância da população se imunizar e manter os cuidados protocolares para evitar a disseminação da doença.

Share