Administração conclui obras estruturais importantes

 

Nesta semana mais uma obra infraestrutural foi entregue á comunidade Bozanense no perímetro urbano. Desta vez, foi o calçamento da via que demanda para a Boa Esperança, Linha 14. A rua denominada Alfredo Sartori recebeu obra de calçamento de 2.892,30 metros quadrados num trecho de 289 metros de extensão por 10 metros de largura.

O recurso utilizado para realização da obra foi de R$ 133.946,17 financiado pelo Badesul. No interior outra obra de fundamental importância também foi concluída. Trata-se do alargamento, encascalhamento e compactação das estradas das Linhas 10 e 11 Oeste. O pavimento foi realizado em pelo menos cinco quilômetros da estrada geral que recebe grande fluxo de veículos leves e pesados diariamente.

Ao avaliar as ações nesta sexta-feira, o secretário de obras Adilson Sandri saudou o empenho dos servidores da pasta de obras que desde janeiro vem atuando de maneira exemplar no atendimento às demandas da comunidade. “A gestão do prefeito Renato Casagrande tem como uma das principais metas melhorar as condições infraestruturais da cidade e também no interior; e neste sentido muito foi feito nestes primeiros oito meses de governo”, lembrou Sandri ao referir outras ações desenvolvidas na pasta de obras.

Desde o início do ano mais de 50 quilômetros de estradas rurais foram repavimentadas, quatro pontes foram feitas novas e outras três revitalizadas. Em relação ao escoamento da água(pluvial), pelo menos 12 bueiros foram construídos e outros 20 foram aumentados para facilitar o escoamento.

Em relação ás redes de água, Sandri destacou que muitas famílias do interior foram beneficiadas com a implantação e revitalização de dois quilômetros de redes de água com recursos próprios da administração, além dos poços artesianos novos que foram abertos recentemente.

Em relação aos calçamentos, as frentes de trabalho estão em andamento e há projeções para novas ações neste sentido no semestre que está em curso. Até agora pelo menos 15 quadras de calçamento já foram concluídas pela administração. “Apenas para se ter uma ideia nossa média de consumo gira em torno de 10 mil litros de Diesel por mês no empreendimento de máquinas para atender as demandas que são o anseio da nossa comunidade na cidade e interior”, comentou Adilson Sandri.

Edição: Antonio Brito

Assessoria de Comunicação

Share